Associação Parafolclórica Angelina Blahobrazoff

Fundada em 1996, a APAB – Associação Parafolclórica Angelina Blahobrazoff é um grupo composto principalmente por senhoras a partir de 35 anos, que apresenta danças folclóricas russas. A associação leva este nome em homenagem a sua coreógrafa fundadora, Angelina Blahobrazoff, descendente de pais russos. Característica marcante do grupo é a técnica do “passo deslizante” retirado do tradicional grupo Berioska da Rússia. Com movimentos delicados e precisos, executados ao som de suaves melodias, as coreografias exploram a sincronia dos braços e desenhos sobre o palco. A APAB surgiu com um convite feito pela professora Angelina às mães de suas alunas de dança e à algumas amigas que tinham interesse em praticar dança apenas como um passa tempo útil ao corpo e mente. A primeira apresentação foi na Noite do Folclore, evento realizado anualmente pela prefeitura da cidade em homenagem ao dia do Folclore (22 de agosto). A data foi marcante, pois naquela noite as senhoras bailarinas sentiram muito entusiasmo em não parar por ali, queriam aprender mais e mais, e sentir por muito mais vezes a emoção de pisar em um palco e receber os aplausos calorosos da plateia. A APAB começou a receber novos convites para se apresentar na própria cidade, em igrejas, escolas e eventos da comunidade. Com o tempo, o grupo se tornou conhecido na região passaram a se apresentar nas cidades e estados vizinhos. Em 1999 o grupo se inscreveu pela primeira vez em um festival competitivo e recebeu terceiro colocado na sua categoria. Em 2000 participou de outros festivais e obteve segundo e primeiro lugar. Todos os anos posteriores sempre participando e também recebendo classificações importantes. Além das cidades de Santa Catarina, o grupo percorreu o estado de Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Pernambuco e o país vizinho, Argentina. Em julho de 2007, recebeu seu primeiro convite para o exterior e participou como convidado no Festival Internacional de Danças de Belgrado na Sérvia. No ano seguinte em julho o grupo foi para Rovanieme na Finlândia. Em 2009, convidada para se apresentar em cinco cidades no México durante o famoso evento cultural “FiestasOctubre”. 2011 em Berlim na Alemanha e em 2012 em Istambul na Turquia. Em 2008 a APAB iniciou um projeto para trazer mais cultura para a cidade de Balneário Piçarras, a associação idealizou a primeira edição da Mostra de Danças da APAB, um evento onde seriam convidados para se apresentar grupos de dança de vários gêneros, destaques em festivais. Durante as edições do evento até 2019, a Mostra de Danças da APAB já recebeu mais de 70 grupos entre nacionais e internacionais. 2016 para a APAB foi um ano especial, completou 20 anos de fundação, além das várias apresentações no decorrer do ano, o ponto alto das comemorações foi no mês de julho quando além de receber segundo lugar na mostra competitiva do 34º Festival de Danças de Joinville, (maior Festival de Danças do Mundo segundo o Guinness Book) a coreógrafa Angelina Blahobrazoff recebeu o Prêmio Revelação do Festival pelo seu trabalho diferenciado e irreverente com a APAB. Em 2017 o grupo foi classificado em segundo colocado no Festival de Danças de Florianópolis (Prêmio Desterro) onde a coreógrafa Angelina recebeu a medalha Honraria Albertina Ganzo pela contribuição do seu trabalho em Santa Catarina na área da Dança. Em 2018 a coreografia “Sinos da Noite” recebeu Segundo colocado no Festival de Danças de Joinville, em Florianópolis no Prêmio Desterro além de receber Primeiro lugar, levou o Prêmio destaque de melhor grupo da noite e indicação para Melhor figurino do Festival.

Associação Parafolclórica Angelina Blahobrazoff | Contato: debmuylaert@gmail.com

Texto fornecido e revisado pelo Grupo.