AUTORIDADES EM TEATRO INFANTOJUVENIL SE ENCONTRAM EM BLUMENAU PARA O 24º FENATIB

Pesquisadores, doutores, mestres, diretores, atores e professores estarão em Blumenau para participar do 24° Festival Nacional de Teatro para Crianças e Jovens de Blumenau – Fenatib, de 9 a 16 de setembro. Os nomes que conduzirão palestras, cursos, oficinas e rodas de conversa são considerados os maiores conhecedores do assunto e, com suas presenças, consolidam o festival como o mais importante do Brasil dedicado a esse público.

Dib Carneiro Neto | foto: João Caldas Filho

DIB CARNEIRO NETO:
O crítico de teatro, Dib Carneiro Neto, é uma das presenças mais esperadas entre os que estudam a arte. Ele é jornalista, dramaturgo e crítico teatral brasileiro desde a década de 90, quando começou a escrever críticas sobre teatro infantil na revista Veja São Paulo. Foi editor-chefe do caderno de cultura do jornal O Estado de S. Paulo de 2003 a 2011 e, atualmente, escreve críticas de teatro infantil para o site da revista Crescer e é responsável pelo site “Pecinha É a Vovozinha”. Dib Carneiro Neto acompanha a evolução do teatro infantil brasileiro, tema sobre o qual lançou o livro “Já Somos Grandes”, pela Giostri Editora. Ele avalia que “as peças voltadas para as crianças trazem cada vez menos a intenção de educar e mais a proposta de estimular a reflexão desde cedo”.
Quando encontrar: Oficina | Estudos críticos sobre os espetáculos apresentados no 24º Fenatib;
Quinta | 15/09 | 9h às 11h30 | Teatro Carlos Gomes

Valmor Níni Beltrame

VALMOR NÍNI BELTRAME:
Valmor Níni Beltrame é doutor em Teatro, pesquisador, professor na Universidade do Estado de santa Catarina – Udesc, diretor teatral e bonequeiro. Níni é presença confirmada no Seminário “O Teatro de Sombras na Escola”, a ser realizado nos dias 12, 13 e 14 de setembro. Com especialização em Teatro de Sombras no Institut Internacional de la Marionette, na França, o tema de sua oficina no Seminário é “A Descoberta da Sombra”. O professor cita Eduardo Galeano em “História da Sombra” para embasar sua visão sobre essa arte, em que é necessário observar o mundo através dos claro-escuros, das representações concretas e de suas sombras. “Acredito no Teatro de Sombras que colabore para a compreensão de que a razão importa, mas é necessário considerar os sentimentos, contribuindo assim para o refinamento, para a humanização de cada pessoa, adulto ou criança”, declara Beltrame.
Quando encontrar: Quarta | 14/09 | 9h às 11h30 | Teatro Carlos Gomes

Maria Teresinha Heimann

MARIA TERESINHA HEIMANN:
Maria Teresinha Heimann é mestre em Teatro-Educação do Ensino Superior pela Fundação Universidade Regional de Blumenau – FURB, tem licenciatura em Educação Artística, é atriz, arte-educadora, cenógrafa e idealizadora e fundadora do Festival Nacional de Teatro para Crianças e Jovens de Blumenau – Fenatib, em 1997. Ela traz na bagagem o conhecimento e a experiência desses mais de 20 anos de realização do Fenatib, sendo um dos nomes mais respeitados do país para analisar os avanços do Teatro infanto-juvenil nas últimas duas décadas. Além de atuar como professora universitária na Furb e na Fundação Universidade de Chapecó, é autora dos livros “Arte na escola: desafios da educação” e “Assim é Nossa Tradição”. É membro da Academia Catarinense de Letras e Artes – ACLA e atual presidente do Instituto de Artes Integradas de Blumenau – INARTI.

Pepe Sedrez

ROMUALDO PEPE SEDREZ:
Romualdo Pépe Sedrez é ator diretor e produtor de Teatro da Cia Carona, professor da Carona Escola de Teatro, curador do Festival Internacional de Teatro Universitário de Blumenau – FITUB e do FENATIB. Sua trajetória, iniciada em 1986 está prestes a completar quatro décadas. É referência para os que querem fazer carreira no teatro e acumula experiência desde o primeiro festival nacional de teatro infantil realizado em 1998 na cidade de Blumenau.

Sabrina Moura

SABRINA MOURA:
Sabrina Moura é atriz, professora e pesquisadora, mestre e doutoranda da Pós-graduação em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina – Udesc. Ela compartilha a experiência e conhecimento adquiridos em suas pesquisas na “Oficina de Mediação Teatral: possibilidades artístico-pedagógicas na escola” e na “Roda de Conversa para compartilhamentos de Fruição”. O tema de sua pesquisa é a pedagogia das artes cênicas com ênfase na mediação teatral, no ato do espectador e a relação entre teatro e educação. É integrante da Cia Carona de Teatro desde 2006, ministrante de cursos livres, oficinas e workshops, autora da proposição “Articulando a Plateia de Teatro (2016)” e do Livro “Mediação Teatral: três instâncias da relação entre teatro e a vida pública em Blumenau”. É também coordenadora da ação “Teatro e Escola”, no Festival Internacional de Teatro Universitário de Blumenau – FITUB.
Quando encontrar: Oficina de Mediação Teatral
sábado | 03/09 | 8h30 às 12h e 13h30 às 18h.Carona Escola – Teatro Carlos Gomes;
sábado | 10/09 | 13h30 às 18h30 | Secretaria de Cultura de Blumenau;
terça | 13/09 | 18h30 às 21h30 | Auditório Heinz Geyer, Teatro Carlos Gomes

Alexandre Fávero

ALEXANDRE FÁVERO:
Alexandre Fávero é encenador, cenógrafo, diretor, sombrista e fundador da Cia Teatro Lumbra de Animação (2000). Artista autodidata, com mais de 20 anos de atuação profissional e prêmios na área da encenação e da pesquisa em artes cênicas. Em seu processo de criação com a linguagem das sombras e das luzes utiliza diferentes conhecimentos e saberes para investigar conceitos estéticos e técnicos. Fávero apresenta o tema “Encantamentos da sombra nos processos criativos” no Seminário “O Teatro de Sombras na Escola”. Em artigo para a revista do festival, o artista descreve o papel das sombras na subjetividade “Como a natureza faz com lugares abandonados, a sombra invade a realidade e a concretude que a vida não permite e com um tempo próprio, cria um espaço para a imaginação e as fantasias. A sombra existe, mas se tratando de arte, só estará disponível se alguém lhe conferir os devidos valores para ser apreciada como tal”.
Quando encontrar:
Segunda | 12/09 | 9h às 11h30 | Teatro Carlos Gomes

Lucas Rodrigues | foto: Paloma Faria Quintas

LUCAS RODRIGUES:
Lucas Rodrigues é ator e diretor da Cia. Fios de Sombra, uma companhia teatral especialista em teatro de animação com ênfase no teatro de sombras. O grupo surgiu da parceria de trabalho de pesquisa e atuação com o diretor e dramaturgo uruguaio Rafael Curci. A Cia. Fios de Sombra tem dez anos de trajetória e esteve presente em centenas de cidades, com destacadas participações nos principais festivais, mostras e projetos de difusão da linguagem de sombras no país. Lucas Rodrigues apresenta o tema “Teatro de Sombras: ferramentas para criação artística” no Seminário “o Teatro de Sombras na Escola”. Lucas coloca ênfase no cuidado com a linguagem das sombras e afirma que o fim não deve sobrepor-se aos meios “O teatro de sombras é uma linguagem artística riquíssima a ser estudada, explorada e praticada por quem a deseja empregar, como protagonista ou não de sua ação. O estudo, a pesquisa e a experimentação são processos fundamentais nessa arte e, com toda certeza, sempre ficará evidente no resultado final, através do trabalho realizado, a importância do cuidado e do o respeito que devemos ter a essa linguagem artística”, afirma Lucas Rodrigues.
Quando encontrar: Terça | 13/09 | 9h às 11h30 | Teatro Carlos Gomes

Assessoria 24º FENATIB
(47) 99188-0446 | Miriam Mesquita
(Jornalista | 0007004/SC)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.